ESPLENDOR E SEPULTURA

por Marcus Fabiano



 

Última flor do Lácio, inculta e bela,
És a um tempo, esplendor e sepultura:

ouro nativo, que na ganga impura
A bruta mina entre os cascalhos vela.
Olavo Bilac 

O ANTIPLÁSTICO DO LÁCIO

existe um projeto secreto
para a última flor do Lácio:
fertilizá-la ao máximo
e assim manter seu viço alheio
ao olhar viciado do plástico

existe esse projeto oculto
que desde Camões altos bruxos executam
nos altares da língua portuguesa:
cultivá-la como um organismo vivo
necessitado de nutrição e defesa

existe esse projeto confidencial
na poesia da língua portuguesa:
dar a ver no verso o ser da coisa mesma

um projeto de sangue
afeito a índios (por Anchieta)
desde Áfricas até orientes de Macau –
trazida por Pedro Álvares
nossa outra mesma língua, tal e qual.

.

Anúncios